quarta-feira, 31 de outubro de 2012

Frango à mexicana com molho de pevides


Hoje faz um ano que o nosso menino chegou a casa! Tem sido umas correrias para ir à rua, nos horários do menino, que têm de ser respeitados à risca, ou quase à risca. Brincadeira atrás de brincadeira. Fugas para debaixo da cama dos donos com as meias na boca, ou qualquer outra coisa que lhe pareça interessante e que me deixe com os cabelos em pé! Esta foto, é especial, pois o menino não tem livre trânsito para o sofá! Tem o seu puf e, regra geral é lá que passa o tempo de descanso. Mas, hoje é um dia com grande significado para a minha pequenina família! E ontem teve direito a um miminho! Foi ao SPA. Teve direito a tosquia de higienização, limpeza de ouvidos, novo corte de cabelo e escovagem, muiiiiita escovagem! Parecia um peluche quando saiu do veterinário! 

Porque continuamos a cozinhar, deixo esta receita que adorei e, adivinhem, é super fácil de preparar! Tenha a sua refeição preparada em menos de 20 minutos.

In Comer Bem, Viver Bem Selecções do Reader's Digest, pg. 200

Ingredientes:
- 1/2 chávena de pevides de abóbora descascadas
- 120 gr de malaguetas verdes (não usei)
- 1 tomate cortado em pedaços grandes
- 1 malagueta jalapeño em vinagre (não usei)
- 1/2 chávena de caldo de galinha
- 1/2 chávena de coentros picados
- 2 colheres de chá de azeite
- 1 pimento vermelho cortado em pedaços
- 500 gr de carne de frango (limpo de peles e ossos)
- 1 colher de café de sal
- 1 chávena de milho doce congelado (não usei)
- 1 colher de sopa de sumo de lima

Modo de preparação:
1/ Numa frigideira, torre as pevides de abóbora. em lume baixo durante 3 minutos (ou até que comecem a estalar). Transfira para um copo de batidos. Junte o tomate, o caldo, os coentros, as malaguetas e o jalapeño (substitui por uma colher de café de piripiri em grão moído). Bata até obter uma mistura macia.

2/ Numa caçarola antiaderente, aqueça o azeite em lume brando. Junte o pimento vermelho e saltei por 4 minutos, ou até estar macio mas firme. Junte o frango e salteie mais 4 ou até ficar dourado. Adicione a mistura das pevides e o sal. Salteie por mais 7 minutos, ou até o frango estar bem passado e o molho saboroso.

3/ Adicione o milho e o sumo de lima e deixe fervilhar por 5 minutos. 

Dá para 4 pessoas. Como somos dois, o que sobrou foi congelado!

Acompanhámos com massa.

Espero que gostem!

sexta-feira, 26 de outubro de 2012

DIY #3

E com este projecto fiquei a saber de quem herdei o jeitinho para a costura! Da minha avó paterna. Disse a minha mãe que ela era muito habilidosa e fazia trabalhos de costura como uma profissional e, tal como a neta, sem máquina. Havia comentado com a minha mãe que pretendia ir à costureira para terminar o projecto, mas não fui, passei a tarde de ontem na costura e este foi o resultado:

 
O candeeiro passou de verde a branco. 



Aproveitei o resto do tecido do cortinado da cozinha, pois o objectivo é usar o candeeiro evitando acender a luz de cima constantemente. Optaremos por uma lâmpada mais fraquinha, só para dar uma luz ambiente.
 

Usei elásticos para o topo e para o fundo, costurando uma tira de flores.


Adorei o resultado! E sabem que mais? O candeeiro foi-nos dado, pois tinha como destino o caixote do lixo. Com esta reciclagem ajudámos um bocadinho este nosso mundo!


Espero que vos inspire!



Chili com farinheira

Na segunda-feira mudei a sala. Estava cansada de tropeçar na secretária que estava literalmente no meio do caminho. Encostei-a a uma parede e, foi caso para dizer, assunto resolvido. Agora, tenho de comprar um espelho engraçado porque estou de costas para a porta e dita o Feng Shui que devemos ter a possibilidade de ver quem entra na divisão. Além de ter mudado o espaço do escritório, aproveitei ainda para reciclar todo o material do trabalho, o que incluiu o arquivo. Detesto confusão.
 
Depois disso, aproveitei para arrumar a despensa que virou espaço para arrumos e que espero pelo dia em que seja um espaço exclusivo do marido, que guarda tudo o que possa dar jeito para alguma reparação ou obra. Digo exclusivo, pois neste momento é onde guardo os produtos e equipamentos das limpezas.
 
Não sei se se lembram de eu ter falado e iniciado alguns posts semanais onde as leguminosas seriam o protagonista principal. Não é que tenha esquecido o assunto, pois continuámos a consumi-las regularmente e este domingo, não fazendo uma espécie de feijoada, saiu um chili em cama de arroz com amêndoas acompanhado de um belo pedaço de farinheira. 

Ingredientes: - 200 gr de carne picada; - 1 cebola; - 1 dente de alho; - 1 tomate; - 1 malagueta; - 1/2 pimento vermelho; - feijão preto cozido; - salsa picada; - sal e azeite q.b.
 
Modo de preparação: Prepare o refogado e adicione a carne. Acrescente o tomate pelado e reduzido a pequenos pedaços. Adicione o pimento cortado a gosto. Junte o feijão cozido. Acrescente água da cozedura do feijão. Acrescente a malagueta cortada finamente. Rectifique o tempero do sal e acrescente a salsa picada. Entre o acrescentar dos alimentos e o ir envolvendo, deverá demorar cerca de 20 a 30 minutos de tempo total de preparação. Depois de acrescentar a salsa deixe ficar a apurar, com o lume no mínimo, durante cerca de 10 minutos. Sirva acompanhado com arroz e com a farinheira. 
 
A farinheira cozinhou durante 5 minutos em água fervida e com um palito em cada ponta, para não rebentar.

Bem quentinho, sabe mesmo bem! 

Espero que gostem! Não percam, ainda hoje mais um DYI! YEAH

terça-feira, 16 de outubro de 2012

DIY #2

Mais um projecto terminado que, como não podia deixar de ser, me enche de orgulho! Acreditem-me quando digo que nunca tive grande jeito para as artes manuais, mas ultimamente, não sei o que se passa que ate me saem umas coisas engraçadas! Estou quase a terminar um projecto para a varanda, que vai permitir criar um cantinho romântico, e outro para a cozinha! Tenho mais um em curso, que e para o Zeca e, já inventei mais um, desta feita, para o quarto. E assim, vou alterando pequenas coisas em casa, a custo muito reduzido, aproveitando para fazer uma terapia caseira!

Antes:
A cor original era bege com rasgos de dourado.

Depois:
Pintei de branco, dando duas demãos.



Espero que vos inspire!



segunda-feira, 15 de outubro de 2012

Bolo de manteiga

Estes últimos três fins de semana, foram muito cansativos! O de há duas semanas, foi passado na companhia dos sogros. O seguinte, na companhia de um amigo de longa data, igualmente fora de Lisboa. Neste último, alem de ter ajudado o pai com algumas arrumações e limpezas na casa, passámos o domingo na companhia dos primos do S., do outro lado do rio. Resumindo, não temos descansado durante os fins de semana, mas para mim tem sido excelente! Trabalhando em casa, sair dela e sempre um motivo para ver e conviver com pessoas diferentes!

Graças a crise, este semestre optei por, a ultima da hora, desistir de frequentar o nível de espanhol. Vou estudar em casa e propor-me a exame para conseguir saltar este nível. Poupo 400€. E uma questão de me obrigar a tirar 30 minutos por dia para estudar, escrever milhares de vezes os verbos, ver tv e ler livros em castelhano.

Quinta feira foi dia de fazer as limpezas, tendo terminado com um maravilhoso bolo de manteiga, receita do chef Rudolph do 24 Kitchen.


Ingredientes: - 250 gr de açúcar mascavado; - 250 gr de manteiga; - 2 ovos; - 250 gr de farinha com fermento; - amêndoa laminada para polvilhar (como não tinha amêndoas, optei por passas).

Modo de preparação  Pré aqueça o forno a 180ºC. Unte um tabuleiro (26X26) com manteiga e farinha e forre o fundo com papel vegetal. Bata o açúcar com a manteiga e junte 1 ovo. Acrescente a farinha e envolva com a batedeira. Retire o preparado da batedeira e termine de envolver, manualmente ate perceber que a massa se descola facilmente da bancada. Disponha o preparado no tabuleiro e alise a superfície  Pincele com o outro ovo. Com um garfo, faça um desenho a gosto. Polvilhe com amêndoas laminadas e leve ao forno por 25 minutos.

Espero que gostem!

sexta-feira, 12 de outubro de 2012

Não aguento...

tanta austeridade. Parece que vamos passar a viver assim:


Para ajudar a minorar as despesas, compramos uma televisão LED que supostamente consome menos energia que a que tínhamos que era bem antiga (devia ter metade da minha idade). Com o desconto que conseguimos, (finalmente) compramos um frigorífico  As borrachas do nosso precisavam ser trocadas, qualquer dia, sairia um icebergue e provavelmente, viria o Titanic, a Kate e o Leonardo atrás.  (Uma vez mais: finalmente) Compramos um microondas. Tinha a mania de que este equipamento poderia contribuir para eventuais doenças cancerígenas  mas com tanta medida de austeridade o mais provável e morrer de depressão (ou de fome). Aproveitamos e ainda compramos um aspirador que promete a redução em 50% da electricidade. O que queria mesmo era um aspirador de agua, mas o meu Portugal não permite. 

Estas medidas não são mais do que migalhas. Com 60% do meu vencimento retido para pagamento de impostos (trabalho como independente, mas só de nome e de impostos, pois tenho patrão e chefia bem autoritária, para não dizer ditadora), daqui a nada das duas uma: ou volto a viver num bairro social (não tenho nada contra, pois nasci e vivi num durante 16 anos, com excelente rede de transportes e  com uma vizinhança que era quase família); ou, vou fazer parte da estatística dos jovens adultos que voltam para a casa dos pais.  

(As minhas desculpas pela falta de acentos, mas o meu teclado esta esquisito... Quando carrego na tecla dos acentos, e isto que acontece: ´´ , teclo uma vez e aparece em duplicado... As palavras que tem acento, são o resultado do corrector automático. Se alguém tiver solução para isto, deixo o meu agradecimento por antecipado).

quinta-feira, 11 de outubro de 2012

Rissois de bacalhau

Gostei muito de preparar esta receita, que saiu da revista Mulher moderna na cozinha "Especial Bacalhau". Fiz com formato diferente, usando uma caixa plástica rectangular. 


Ingredientes: -> Para a massa: - 1 chávena de chá de agua; - 1 c. de sopa de manteiga; - casca de limão  - 1 pitada de sal; - 1 chávena de chá de farinha. -> Para o recheio: - 1 cebola; - 4 dentes de alho; - 40 gr de manteiga; - 400 gr de bacalhau demolhado previamente cozido; - 2 dl de agua; - 1 c. de sopa de farinha de amido; - 1 c. de sopa de salsa picada; - ovo batido; - pão ralado; - óleo para fritar.

Modo de preparação  Comece por ferver a agua para a cozedura do bacalhau. Prepare a massa, fervendo a agua e temperando com o limão  o sal e a manteiga. Ao levantar fervura, adicionar a farinha e envolver bem, fora do lume. Reserve. Cozido o bacalhau, limpe de pele e espinhas. Prepare o refogado, polvilhe com a farinha e acrescente a agua. Adicione o bacalhau e finalize com a salsa picada. Mexa ate o molho engrossar. Estenda a massa e recheie com uma colher de sopa do preparado do bacalhau. Forme como preferir e passe por ovo e farinha, fritando no óleo aquecido. Vire para que não se queimem. Pode optar por congelar algumas unidades, que deve separar assim que passa pelo pão ralado.
Sirva acompanhado de arroz de orégãos e salada.

Espero que gostem! 

terça-feira, 9 de outubro de 2012

Ovos verdes

Lembro-me de a minha mãe preparar esta receita, quando eu era pequena. Ao vê-la na Mulher Moderna na Cozinha de Outubro de 2010, nem hesitei e incluía na ementa de uma semana que passou.


Ingredientes: - 6 ovos; - 1 ramo de salsa (optei por cebolinho); - 4 c. (de sopa) de maionese; - 2 latas de atum; - 100 gr de pão ralado; - 2 dentes de alho; - 2 c. (de sopa) de azeite; - 1 ramo de alecrim; - 1 ramo de tomilho (optei por 1 colher de café de tomilho seco); - 1 ramo de hortelã; - 2 ovos batidos; - sal, pimenta, farinha e óleo q.b.

Modo de preparação: Leve os ovos ao lume num tacho com água fria. Depois de ferver, deixe cozer por 10 minutos. Retire-os e deixe-os arrefecer. Descasque-os e corte-os ao meio, na horizontal. Separe as gemas das claras. Numa tigela, misture as gemas, a salsa picada, a maionese e o atum escorrido. Tempere com sal e pimenta e reserve. Misture o pão ralado com os alhos picados, o azeite e as ervas picadas (coloquei tudo inteiro na trituradora). Tempere também com sal e pimenta. Recheie as claras cozidas com o preparado anterior. Passe-as por farinha, ovo e a mistura do pão ralado. Frite no óleo bem quente, em lume médio a forte. Escorra sobre papel absorvente e sirva. Acompanhe com salada.




Para mim, teve um sabor muito especial! Sobrou pasta de atum que servi no jantar do dia seguinte como paté de atum.

Espero que gostem! 

terça-feira, 2 de outubro de 2012

Pão brioche

Eu fiz este pãozinho! E fiquei muito orgulhosa. Foi devorado em pouco tempo. E, ficou decidido que era um pão para fazer de vez enquanto. Já havia comentado que o pão é preparado em casa, com muita paciência e lembrando as dicas que vou aprendendo com a leitura de outros blogues, ou com as receitas que vou vendo nos programas de culinária que passam na televisão. O tempo não é impedimento, pois mulher que se preze, enquanto deixa uma coisa a fazer, vai despachando outras tantas! É uma capacidade só nossa!


Ingredientes: - 500 gr de farinha branca; -25 gr de fermento de padeiro; - 200 ml de leite morno; - 2 ovos; - 60 gr de açúcar; - 50 gr de margarina; - raspa de limão.

Modo de preparação: Comece por derreter a manteiga. Reserve-a. Aqueça o leite e, fora do lume desfaça o fermento no leite, acrescente a este preparado o açúcar e reserve. Numa tigela coloque a farinha, a raspa de limão e adicione a manteiga. Misture estes dois ingredientes. Bata os ovos à parte. Faça uma cova no preparado da farinha e deite um pouco do leite e dos ovos. Vá mexendo com as mãos, ao mesmo tempo que vai adicionando os restantes ingredientes.  Envolva bem, até a massa descolar. Deixe levadar por 45 minutos, tapado e em local seco. Passado esse tempo, volte a amassar suavemente e coloque na forma untada com azeite. Deixe levedar mais 45 minutos. Pincele com leite e leve ao forno pré aquecido a 180ºC durante 55 minutos ou até ao tocar parecer oco.

Depois de totalmente arrefecido, corto em fatias e coloque em sacos de congelação. Normalmente para um pão uso dois sacos. Quando quero tirar algumas fatias, é só forçar com uma faca que "descola" facilmente.

Espero que gostem!