terça-feira, 28 de maio de 2013

Rituais, flylady e a minha cozinha!

Relativamente aos rituais diários de beleza, confirmo que continuo a seguir diariamente a rotina dos cremes. Quero ver se brevemente notarei as diferenças. Este fim de semana fiz uma máscara facial de argila. E aí sim, notei uma enorme diferença, senti a pele super hidratada. Esta semana, vou experimentar a máscara facial de mel! Tão simples e tão barato! 
Quanto à telenovela, continuo sem ver. Tenho aproveitado esse tempo para arrumar a cozinha, ou dedicar-me a qualquer outra lide doméstica. Na semana passada, até aproveitei para entregar a declaração do IRS! E confesso, que não tem sido nada difícil ficar sem ver a novela. Sinto-me menos depressiva por não ver tanta maldade, até porque para desgraças bastam as que vemos nas notícias. Espero bem que passadas duas semanas, as coisas tenham avançado ao ponto de estarmos pertinho do habitual final feliz. 
Por último, e porque ontem andei a investigar o tal do método Flylady, e porque a minha cozinha ficou linda (ou pelo menos quase linda!), deixo fotos para inspirar! 
1 - Lavei, limpei e arrumei a loiça;
2 - Lavei o fogão e as bancadas;
3 - Lavei as portas dos armários;
4 - Lavei o lava loiça, finalizando com ajax para ficar a brilhar!;
5 - Varri e lavei o chão.

Ficou assim:

 (Como mudamos o lavatório de sitío, o que implicou partir a parede para a instalação do gás e do esgoto, tivemos de optar por pintar a parede. Escolhemos o tom casca de ovo para a parede, e o vermelho para a chaminé. Vou mudar os puxadores de preto para branco, ficará muito melhor.)



Aqui, o único móvel que ficou da cozinha "original". Temos mais para mostrar, pois as obras continuam! :)

E vocês? Como têm as vossas cozinhas?

quinta-feira, 23 de maio de 2013

Bolo de bolacha

Já aqui comentei, por uma série de vezes, que as comidas que preparo nem sempre correm bem. E muitas vezes, são motivo de risota geral. Também já tinha publicado a receita do bolo de bolacha, mas queria fazer de maneira diferente, para parecer o que vendem no Pingo Doce e que tanto agrada ao marido. Fiquei-me pela tentativa. Mas, tenho a certeza que da próxima vez correrá melhor!




Ingredientes:
- 200 gr de amêndoa;
- 250 gr de manteiga;
- 200 gr de açúcar;
- 1 pacote de bolacha maria;
- 2 gemas (esqueci de usar!);
- 1 pacote de natas;
- 1 café forte, frio.

Modo de preparação:
1 - Coloque 500 gr de água no copo da bimby e marque varoma / 5 min / velocidade colher. Fervida a água, coloque no copo o cesto com as amêndoas, e programe varoma/ 2 min/ velocidade colher. Escorra-as e pele-as, enquanto estão quentes. Seque-as com papel de cozinha e triture 15-20 seg / vel 5 (pode separar parte para torrar).
2 - Com o copo limpo e seco, pulverize o açúcar, 15 seg / vel 9. Reserve.
3 - Coloque a borboleta e deite o pacote de natas (devem estar frescas) e programe 2 min / vel 3 1/2. Reserve.
4 - Misture a manteiga com o açúcar, 2 min/ vel 3. (aqui o meu erro! comecei por derreter a manteiga).
5 - Adicione o chantilly e a amêndoa triturada e marque mais 2-3 min / vel 3. Pelo bocal junte as gemas previamente batidas (1 seria suficiente, mas eu nem uma adicionei!).
6 - Molhe as bolachas no café frio e coloque uma camada no prato de servir. Deite por cima uma camada do preparado da manteiga. Repita até terminar com uma camada de creme.
7 - Polvilhe com amêndoas torradas.

(In Mesa em festa 2000, pelo continente)

Como derreti a manteiga e não tive paciência para esperar pelo dia seguinte, uma vez que seria de esperar que o preparado estivesse menos líquido, optei por colocar em copos. Alternei entre colheradas do preparado e de bolacha que fui passando pelo café e partindo. Como me esqueci das gemas, sabia um bocado a manteiga. Mas, garanto que comemos tudo. Que vergonha! :)

Espero que tenham gostado! E lembrem-se das gemas! 

quarta-feira, 22 de maio de 2013

Polvo

Pela primeira vez cozinhei um polvo em condições! É que nem imaginam as minhas aventuras com o polvo. Ora era muito pequeno, ou ficava duro que quase parecia sola de sapato. Que nervos. Comprei fresquinho na peixaria do continente. O bicho pesava quase dois quilos. Perguntei à senhora como sugeria que o preparasse e segui à risca. Para já, sugeriu que eu o congelasse porque no momento de cozer seria o mais aconselhável, depois sugeriu que o cozesse com um fio de azeite e nada de sal.


Ingredientes para 3 gulosos:
- 1 polvo;
- 1 fio de azeite;
- 1 folha de louro;
- água;
- sal, pimenta, azeite e salsa picada para depois de cozido.

Modo de preparação:
Coloque o polvo na panela de pressão (foi para o jantar, por isso retirei do congelador de manhã, quando foi para a panela ainda estava ligeiramente congelado). Cubra com água. Deixe cozinhar. (Quando a panela começou a largar vapor, baixei o lume e deixei cozinhar por mais 30 minutos). Corte em pedaços, tempere com sal, pimenta e azeite. Muito azeite! E muita salsa. Disfrute!

Estava uma delícia!

Restaurant Week na Casa da Dízima

Desta vez não me escapou! Assim que vi no blogue A marmita lisboeta, fui logo escolher o restaurante onde iria tomar a minha refeição gourmet. Reparei que a Casa da Dízima, a dois passos de casa estava incluída na iniciativa e nem pensei duas vezes. Ora, eu que quero um almoço, para dois, no sábado. E a reserva ficou despachada. Adorei a simplicidade do restaurante, a simpatia dos empregados e a ementa estava exquisita*.



*traduzido do espanhol: de muita qualidade e bom gosto.

terça-feira, 21 de maio de 2013

Gestão do tempo

Na sexta feira passada tomei a decisão de, durante as próximas duas semanas, não ver a telenovela Dancing Days. Detesto quando os vilões começam a exagerar nas patrañas. E pronto. Aquilo de a outra senhora tomar posse da direção foi a gota de água. Entendia aquela hora como a hora do descanso. Mas, vejam bem a quantidade de coisas que adiantei:

1 - Jantámos cedinho (começa a ser habitual. Finalmente!); 
2 - Cosi os calções de futebol do maridão;
3 - Lavei a loiça do jantar;
4 - Escaldei parte dos tomates que congelei;

Fiz uma cruz e deixei num recipiente, cobrindo-os com água a ferver. Deixei ficar por aproximadamente 10 min. Só os coloquei no congelador quando estavam quase totalmente arrefecidos.

5 - Congelei parte da salsa comprada no fim de semana, e a outra parte, piquei e coloquei no frigorífico;

Como estava a murchar, deixei num recipiente com água fria e umas pedrinhas de gelo. Depois de arrebitada, escorri a água e sequei.


Picada e coberta com azeite, preparada para congelar. Estando congelada, é só retirar das cuvetes e colocar num saco de congelação.


No saco, protegida com papel de cozinha que absorverá a humidade, e assim a salsa aguenta uma a duas semanas! ;)


6 - Lavei a alface (enorme) que separei por porções.

7 - Varri e lavei o chão. 

Tempo dispendido: 3 horas (No meio disto tudo, ainda fui passear o Zeca e despejar o lixo).

Conclusão: Se tivesse ficado no descanso, não teria despachado metade das tarefas e ainda me teria irritado com a telenovela. Existem cenas em que só me apetece espancar a TV. 

Fui dormir muito orgulhosa! Ah!, e ainda me banhei com os cremes! Acho que estou a conseguir interiorizar este hábito.

E vocês? Como aproveitam e organizam o vosso tempo?

sábado, 18 de maio de 2013

Pastéis de bacalhau

Ainda do fim de semana passado, no domingo almoçámos pastéis de bacalhau com arroz de tomate.

Mas, antes de receita, vou comentar tudo o que fiz nesse fim de semana. Estão preparados? Atão vá! :)

Sábado: A sogra convidou para almoçarmos sardinhas, aproveitei para preparar um leite creme. Com as claras que sobraram, deixei um gelado de nata no congelador. Lavei a janela da cozinha, única tarefa que deixei pendente desde a nossa mudança. Pintei o cabelo. Li um bocadinho. Vi a entrevista à Rita Ribeiro, que adorei. Vi o jogo do Porto-Benfica, que detestei.

Domingo: Comecei a manhã por preparar os pastéis de bacalhau, depois o arroz de tomate. Dei um entalão nos bróculos que cozi a vapor, para depois congelar. Cozi o polvo para o jantar, que acompanhámos com o resto do arroz de tomate. Passei o domingo a organizar o congelador, para na segunda organizar o frigorífico.

E pronto, assim se passou um fim de semana.


Ingredientes: 
- 50 gr de cebola;
- 20 gr de salsa;
- 300 gr de bacalhau demolhado e desfiado;
- 200 gr de batata para fritar, cortadas em pequenos pedaços;
- 1 dente de alho ralado;
- sal, pimenta e colorau q.b.;
- 2 ovos pequenos (usei 1 tam M);
- óleo para fritar.

Modo de preparação:
1 - Coloque 600 gr de água no copo. Programe varoma/5 min/vel colher. 
2 - Coloque o cesto com o bacalhau no copo e marque varoma/10 min/vel colher. (Aproveite para cozer as batatas na varoma, basta que as corte em pequenos cubos). Reserve.


3 - No copo seco coloque a cebola e a salsa e pique 5 seg/vel 5
4 - Junte o bacalhau limpo de pele e espinhas, a batata e programe 6 seg/vel 5.
5 - Adicione o ovo batido, a pimenta, o sal e o dente de alho ralado e misture na vel 4 até ficar homogéneo.
6 - Faça os pastéis com a ajuda de duas colheres (unte-as previamente com óleo) e frite em azeite abundante.


Congele algumas das unidades preparadas (sem fritar) que certamente darão muito jeito. (E deram mesmo!)

Espero que gostem! 

terça-feira, 14 de maio de 2013

Croquetes de peixe

Este fim de semana a minha cozinha bombou! E muito! Mas, vou começar pelo fim. Confesso que fiquei cansada, mas muito satisfeita.


Ingredientes para 14 unidades:
- 300 gr de peixe;
- 1 cebola;
- 45 gr de margarina;
- 2 colheres de sopa de amido de milho;
- 2 dl de leite;
- 1 colher de sopa de milho (não usei);
- 3 colheres de sopa de polpa de tomate (não tinha, usei 1 colher de sopa de ketchup);
- 1 ovo batido;
- 2 colheres de sopa de salsa picada;
- sal, pimenta e noz moscada para o tempero;
- ovo e pão ralado para passar;
- óleo para fritar.


Modo de preparação:
1 - Coloque no copo 800 gr de água. Marque varoma/5 min/velovidade colher. (Pela pouca experiência que tenho, observei que 5 min é o suficiente para a água ferver na bimby)
2 - Coloque o peixe no cesto e coloque este no copo. Marque varoma/10 min/vel colher.
3 - Limpe o peixe de espinhas e pele e desfie. Reserve.
4 - No copo limpo pique a cebola 5 seg/vel 5. Reserve-a.
5 - Coloque no copo a manteiga e derreta-a a 90º/2 min/velocidade colher. Acrescente a farinha, a cebola picada, o leite, o milho e a polpa de tomate. Programe 90º/8-10 min/vel 3 1/2.
6 - Acrescente o peixe. Misture 2 min/vel 3 1/2. Adicione o ovo e a salsa através do bocal.
7 - Deite sobre um tabuleiro e deixe arrefecer no frigorífico.


8 - Para moldar os croquetes, prepare um prato com o ovo batido e um com o pão ralado. Tenha o tabuleiro preparado. Com as mãos húmidas molde os croquetes a gosto (pode moldar em formato redondo). Passe pelo ovo e pelo pão ralado (tarefa delicada. Fui fazendo dois a dois, para que não se começassem a desfazer no ovo, passando de imediato pelo pão ralado. Ou seja, para os moldar: mãos húmidas, para passar no ovo, igualmente; para o pão ralado: mãos secas). Disponha no tabuleiro e, não congelando, leve ao frigorífico antes de fritar. A massa é muito mole, por isso, não recomendo a fritura imediata. 

Estes ficam de reserva no congelador, para quando não tenha nada preparado ou não apeteça perder muito tempo na cozinha!

Espero que tenham gostado!

segunda-feira, 13 de maio de 2013

Rissóis com recheio de carne e cogumelos e de queijo e fiambre

Longe vão os tempos em que afirmava cheia de convicção que mesmo que tivesse possibilidades nunca contrataria uma empregada para ajudar nas limpezas. Não tenho empregada, mas se tivesse dinheiro contratava. É certinho que demoro entre 3 a 4 horas a limpar a casa. Por norma, a cada quinze dias, limpo o pó e mensalmente lavo os vidros. O que me preocupa, é que ultimamente sou atacada por uma preguicite aguda, no momento de pegar no pano. Mas, depois de começar, sabe tão bem sentir o cheirinho dos detergentes, que só paro quando termino todas as divisões. Sexta, das cinco da tarde às nove da noite, lá andei de um lado para o outro, sempre ao som da minha música, caso contrário, a tarefa pareceria interminável. 

Ainda do feriado primeiro de Maio, tenho de comentar que durante a tarde, antes de ir para o mini curso, deixei preparadas duas dúzias de rissóis!


Ingredientes: 
Para o recheio de carne e cogumelos:
- 60 gr de carne (usei as pontas do lombinho);
- 60 gr de cogumelos;
- 1/2 cebola picada;
- 1 a 2 colheres de sopa de azeite;
- 2 colheres de sopa de amido de milho;
- 4 dl de leite;
- pimenta, noz-moscada e sal q.b;
- 1 colher de café de mostarda;
- 1 colher de sobremesa de ketchup.
Para o recheio de queijo e fiambre:
- 4 fatias de queijo e outras 4 de fiambre;
- ovo e pão ralado.

Para a massa:
- 250 ml de água:
- 250 ml de farinha;
- casca de limão (só parte amarela);
- 1 colher de sobremesa de manteiga;
- sal q.b.

Modo de preparação:
Recheio de carne:
1 - Coloque no copo a carne, os cogumelos e a cebola. Triture 5 seg / Vel 5. Reserve.
2 - Aqueça o azeite programando 90º/3 min/velocidade colher.
3 - Acrescente o preparado reservado e marque 90º/5 min/velocidade colher.
4 - Acrescente o amido de milho, programe 90º/6 min/velocidade 4.
5 - Junte a salsa e os temperos e envolva. Reserve o recheio.

Massa:
1- Coloque no copo a água, a manteiga e o sal e programe 100º/5 min/vel 1.
2 - Junte a farinha de uma só vez e programe 20 seg/vel 4. No final incorpore um fio de óleo através do bocal da tampa e bata uns segundos na vel 4. Reserve e deixe arrefecer.

Sobre uma bancada limpa e polvilhada com farinha, trabalhe um pouco a massa. Para a preparação dos rissóis, molde e estenda pequenos pedaços da massa recheando com uma colher de sopa do recheio até terminar.

Como sobrou massa, segui a sugestão de uma amiga e recheei com queijo e fiambre.

Passe-os por ovo batido e pão ralado.
Congele num tabuleiro, transferindo depois de congelados para um saco.


No momento de fritar, retire-os com cerca de 20 minutos de antecedência. Certifique-se de que o óleo está quente (polvilhe o óleo muito suavemente com pão ralado, se fritar, o óleo está no ponto). Disponha os rissóis e vá virando a cada 1-2 minutos. Assim, não rebentam e nem ficam escuros.

Espero que tenham gostado! Garanto que dá um jeitão ter de reserva no congelador! :)

quinta-feira, 9 de maio de 2013

Lombinho recheado

Ainda do feriado, e das compras, aproveitei para comprar um lombinho que estava com desconto no talho do continente. A carne tem muito bom aspecto, mas não aconselho a embalada, nada melhor que esperar para ser atendida pelo talhante e escolher as peças que nos interessem. Apetecia-me preparar algo especial e, mesmo não tendo o raio do forno a funcionar, teria de me desenrascar. Lembrei-me de folhear o livro base da bimby, para perceber se teria alguma receita que me pudesse ajudar adaptando ao que pretendia. E a receita do lombo de porco com molho agridoce, que vem na página 104, ajudou a perceber como poderia cozinhar o lombinho. Mas, preparei à minha maneira.



Ingredientes:
Para a preparação do lombinho:
- 1 lombinho de porco (teria menos de 0,5 Kg);
- 60 gr de bacon;
- 60 gr de cogumelos;
- 1/2 cebola;
- 1 colher de sopa de azeite;
- limão, sal, colorau, piri-piri, alho, para temperar o lombinho;
- fio de cozinha para enrolar.
Para cozinhar o lombinho a vapor na bimby:
- 2 dentes de alho;
- 1 folha de louro;
- 1 cebola;
- 30 gr de azeite;
- 1 lt de água.

Modo de preparação:
1 - Abra o lombinho para o recheio e tempere-o. Reserve.



2 - Prepare o refogado e acrescente o bacon picado. Adicione os cogumelos igualmente picados a gosto e deixe cozinhar por uns minutos. Reserve. (Esta parte fiz na frigideira)
3 - Recheie o lombinho com o preparado anterior e feche-o com o fio de cozinha.


(Como pretendia cozer o lombinho a vapor, preparei um refogado na bimby e acrescentei a água necessária para cozer, pensei que aromatizando a água, o lombinho teria um gostinho especial! Coisas de amadora.)
4 - No copo da bimby coloque os alhos, a cebola e o azeite e pique 5 seg / vel 5. Para

o refogado programe 5 min / varoma / vel colher. 
5 - Acrescente a folha de louro e a água. Coloque a varoma com o lombinho e marque 40 min / varoma / vel 1.


Sirva acompanhado de arroz branco e lembre-se da salada!

Espero que tenham gostado!

terça-feira, 7 de maio de 2013

Arroz de peixe

A última semana passou a mil. Passei o feriado nas compras. Na quinta, foi dia de renovar o BI, agora cartão do cidadão. Nem me lembrei de que não precisava de tirar fotos, ainda bem, pois a máquina da estação estava avariada. Depois, receava ter de pagar multa, mas não, não paguei e nem se paga multa. E sim, demorei quase 2 horas para tratar deste assunto. Cartão do cidadão tratado, foi a vez de tratar do direito a ter lugar de estacionamento à porta de casa. Aqui, foi rápido. Mas, tive de pagar. Pensámos que pagando o imposto de circulação, teríamos direito a um lugar e ponto final, mas não. Paguei 6 euros por um cartão que tem a validade de 2 anos. Mas, o importante, é que foi mais um assunto que ficou resolvido. Ainda na quinta-feira, fui ao mini-curso da Bimby, que adorei. E eu que pensava que fazia bom uso da máquina! Afinal, ainda posso tirar mais partido. Provei uma maravilhosa sopa de peixe. A manteiga, cuja receita me pareceu demasiado complexa, é a coisa mais fácil de preparar. E a maionese, que talhou quando me aventurei a preparar, é bem simples, por isso, voltarei a experimentar. 

Tinha adiantado que a próxima receita seria mais um aproveitamento, e foi, esta receita até poderia fazer parte de uma rubrica criada em tempos "Da panela para a mesa"! Com um filete de peixe, preparei um arroz  que, modéstia à parte, estava uma delícia! Desta vez, sem bimby!


Ingredientes para 2: 
- 1 filete de peixe;
- 1 cenoura;
- 1/2 cebola;
- 2 colheres de sopa de azeite;
- 2 colheres de sopa de molho de tomate;
- 2 chávenas de café de arroz;
- 6 chávenas de água fervida;
- 3 caldos caseiros de fumet de camarão;
- 1 colher de sobremesa (mal cheia) de sal;
- salsa e coentros picados.

Modo de preparação:
1 - Coza o filete em água fervida (não temperei a água com sal, pois iria juntar o peixe desfeito ao arroz). Cozido o filete, escorra-o e lasque-o, reserve.
2 - Pique a cebola e lave, descasque e corte a gosto a cenoura.


3 - Prepare o refogado, acrescentando a cenoura, o molho de tomate e o arroz. Deixe cozinhar por uns minutos.
4 - Acrescente a água e os caldos. Mexa com um garfo e deixe os caldos dissolverem na água. Rectifique o tempero de sal. Acrescente o peixe e deixe cozinhar por cerca de 10 minutos.
5 - Acrescente as ervas picadas e deixe cozinhar por mais 5 minutos ou até o arroz estar cozido (vá provando).


Sirva de imediato. 

Espero que gostem!