quarta-feira, 4 de maio de 2016

O segredo

Quantos já ouviram falar do Segredo, o famoso livro da autoria de Rhonda Byrne? Eu li-o 2 vezes. E, por experiência, posso garantir que acreditar no poder da atracção resulta. 

Um dia, a minha sobrinha comentou que não gostava de estar na minha casa porque eu não tinha brinquedos de menina. Eu sabia que ela tinha razão mas parecia-me uma extravagância comprar um brinquedo especificamente para quando ela estava em nossa casa. Conseguir uma boneca tornou-se no meu pensamento número 1. E foi assim que encontrei uma barbie. Encontrei-a num dos passeios com o Zeca, logo pela manhã, mas não a levei comigo, pensei que provavelmente teria caído e alguém iria buscá-la. Aconteceu que ao final da noite ela continuava ali esquecida. Levei-a comigo. Ficou em nossa casa durante uns bons anos até que, com a mudança, ela desapareceu. Eu defendi que o universo veio reclamá-la para outra menina.

Também achei que tinha de encontrar dinheiro. Todos os dias, quando passeava o Zeca, pensava "Eu vou encontrar dinheiro". E encontrei! Uma nota de 50€. Mas, era publicidade. No entanto, não desisti e voltei a encontrar dinheiro. Encontrei 100€ caídos no átrio do hotel em Paris. O que fiz? Entreguei ao recepcionista por pensar que poderia ter caído no momento de conferência de caixa. Que inocente, devem estar a pensar. Ao regressar, recebi um aumento da empresa!

Num dia em que fomos dar um passeio a Belém, quase sem tostão, e sabendo que nos faria falta, eis que ao passar por um multibanco ele diz "Retire o seu dinheiro". Eu retirei os 10€ que ali estavam presos sem dono à vista. 

E muitos mais episódios podia eu relatar. 

Claro que existiram momentos em que não me lembrei que ter pensamentos negativos chamaria mais negatividade. 

Ontem, depois de terminar o dia de trabalho, lembrei os tempos em que vivia o segredo e recordei em como fui melhor pessoa e muito mais feliz por isso decidi ouvir o filme no youtube assim como o programa que a Oprah dedicou a este tema. E sabem que mais? Senti-me feliz por acreditar.

2 comentários:

  1. Dizem que quando damos Deus dar-nos-á em dobro! Eu quero acreditar que sim! Além do mais sermos pessoas boas só faz de nós melhores seres humanos! Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nem mais! Quanto mais não seja, poderemos dormir de consciência tranquila! ;)

      Eliminar

Obrigada pela tua participação!